quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Dádivas de um Pai amoroso




“E de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma benção. Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as nações da terra.” Gênesis 12.2-3

As benção de Deus são profundamente distribuídas a todos os que o seguem. As bênçãos não são simplesmente a recompensa por uma vida correta, mas especialmente dons de um Pai amoroso. As bênçãos d’Ele não servem para medir quem nós somos, mas sim quem é Deus. O senhor promete bênçãos pessoais para aqueles que o seguem em obediência e exorta seu povo a ser uma benção para outros.
Precisamos refletir sobre sua vida a fim de descobrir as bênçãos de Deus. Elas são experimentadas de diferentes maneiras: a provisão, a proteção e a salvação estão entre as maiores bênçãos recebidas de Deus. Sua bondade também aparece quando nós atentamos para o que esta ao nosso redor. Saúde, família, amigos e ministérios estão entre as mais escolhidas bênçãos de Deus. Podemos ainda antecipar bênçãos futuras, através das palavras proféticas.
Deus promete continuar nos abençoando enquanto estamos aqui na terra e na vida futura no céu.
As benção maravilhosas de Deus deveriam ser relembradas e não abandonadas ao esquecimento. O mesmo Deus gracioso que perdoa pecados, cura doenças, resgata vidas e derrama misericórdia também promete bênçãos incontáveis!!!
E o melhor de tudo é que Ele não exige nada em troca!!

“Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios. Ele é quem perdoa todas as tuas iniqüidades; quem sara todas as tuas enfermidades; quem da cova redime a tua vida e te coroa de graça e misericórdia; quem farta de bens a tua velhice, de sorte que tua mocidade se renova como a da águia.” Salmos 103. 2-5

sábado, 16 de agosto de 2008

Comissionado para ir




"Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai. e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E esi que estou convosco todos os dias até à consumação do século." Mateus 28:19-20.

A missão de todo Cristão em Jesus Cristo é comunicar ao mundo quem Jesus é e estender a todos a sua oferta de salvação e refúgio espiritual.
Jesus incumbiu todos os cristãos de irem aos pontos mais distantes e remotos da terra a fim de alcançar os perdidos com a mensagem do evangelho da redenção e reconciliação.

Devemos tornar o Salvador conhecido:


  • Mediante a palavra escrita (Rm 10:141-15)

  • mediante as boas obras (Tg 2:14-17)

  • mediante o exemplo de um novo caráter (Mt 5:16,20)

A mais importante manifestação do Espírito Santo na vida do Cristão é que ele será testemunha da vida e dos mandamentos do Senhor (At 1:8). ele deve estar sempre pronto a pronunciar o Seu nome, falar sobre as suas obras admiráveis, dar a razão da nossa esperança e contar a outros o seu sacrifício e a vida abundante que Ele oferece agora e por toda a eternidade (I Pe 3:15).

Quando os incrédulos virem os membros da igreja dando generosamente do seu tempo, recursos e amor para cumprir o dever de todo cristão, serão incentivados a glorificar o Pai (Mt 5:16).

sábado, 9 de agosto de 2008

Dia dos pais




Para meu pai, para o seu pai,
para pai de seja lá quem for,
para aquele pai que já se foi,
para o pai que acaba de chegar.
para aquele pai que perdeu seu filho,
para o pai que acabar de ganhar um filho.
para o pai adotivo, para o pai de consideração.
para os pastores que são como pais.
emfim, para todos os pais,
UM FELIZ DIA DOS PAIS
E UM ABRAÇÃO DE URSO BEM APERTADO!!


Pai, por trás da sua barba
Quem disseque por de trás daquela barba

que nos arranha o rostonão tem um coração moleque

querendo brincar?
Quem disse
que por de
trás daquela voz grossa
não tem um menino criativo querendo falar?
Quem foi que falou
que aquelas mãos grandes
não sabem fazer carinho se o filho chorar?
Quem foi que pensou,
que aqueles pés enormes,
não deslizam suaves na calada da noite,
para o sono do filho velar?
Quem é que achou
que no fundo do peito largo e viril
não tem um coração de pudim,
quando o filho amado,
com um sorriso largo se põe a chamar?
Quem foi que determinou
que aquele coroa,
de cabelos brancos não sabe da vida
para querer me ensinar?
Pai, você me escolheu filho,

eu te fiz exemplo!
Feliz dia dos pais, meu PAI.



O dia dos pais é uma comemoração muito antiga pois desde que o ser humano se organizou em sociedade a figura paterna sempre teve uma grande importância para a família, para os filhos pois ele é o exemplo que passa adiante seus conhecimentos.

Segundo a Enciclopédia Livre Wikipédia, o Dia do Pai tem origem na antiga Babilônia, há mais de 4 mil anos. Um jovem chamado Elmesu moldou e escupiu em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai.

Em 1909 Sonora Louise Dodd, filha do veterano da Guerra Civil, John Bruce Dodd, ao ouvir um sermão de sua mãe, teve a idéia de celebrar o Dia dos Pais. Sonora, de Washington, queria um dia especial em homenagem ao pai, que viu sua mulher dando a luz ao sexto filho, tendo que criar o recém-nascido e seus outros cinco filhos sozinho. Já adulta, Sonora sentia-se orgulhosa de seu pai ao vê-lo superar todas as dificuldades sem a ajuda de ninguém; foi destemido e amável. Então, já que John Bruce Dodd, pai de sonora, nascera no mês de Junho, ela escolheu celebrar o primeiro Dia dos Pais em Spokane, Washington, no dia 19 de junho de 1910.

Por fim, em 1924 o presidente Calvin Coolidge, apoiou a idéia de um Dia dos Pais nacional e, finalmente, em 1966, o presidente Lyndon Johnson assinou uma proclamação presidencial declarando o terceiro Domingo de Junho como o Dia dos Pais.



"O amor paterno é tão necessário para o seu desenvolvimento afetivo como o leite materno o é para o desenvolvimento de seu organismo físico", e "caminhar com o filho até os confins da existência, amparando-o e orientando-o no que há de essencial para a sua formação, é candidatar-se a receber do Pai Celestial as bênçãos do dever corretamente cumprido" são algumas das certezas que temos da sublime paternidade que nos enche de alegria.



sexta-feira, 1 de agosto de 2008

As três peneiras





Olavo foi transferido de projeto, logo no primeiro dia, para fazer media com o novo chefe, saui-se com esta:
- Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Silva.
Disseram que ele nem chegou a terminar a frase, Juliano, o chefe, aparou:
- Espere um pouco, Olavo. O que vai me contar já passou pelo crivo das três peneiras?
- Peneiras? Que peneiras chefe?
- A primeira, Olavo, é a da verdade. Você tem certeza de que esse fato e absolutamente verdadeiro?
- Não. Não tenho não. Como posso saber? O que sei foi o que me contaram. Mas eu acho...
E novamente Olavo é interrompido pelo chefe:
- Então sua historia já vazou a primeira peneira. Vamos então para a segunda peneira que é a da bondade. O que vai me contar, gostaria que os outros também dissessem a seu respeito?
- Claro que não! Deus me livre, chefe – diz Olavo,assustado.
- Então, - continua o chefe – sua historia vazou pela segunda peneira.
- Vamos ver a terceira peneira, que é a da necessidade. Você acha mesmo necessário ma contar esse fato ou mesmo passá-lo adiante?
- Não chefe. Passando pelo crivo dessas peneiras, vi que não sobrou nada do que eu iria contar – fala Olavo, surpreendido.
- Pois é, Olavo, já pensou como as pessoas seriam mais felizes se todos usassem essas peneiras? Diz o chefe e continua:
- Da próxima vez em que surgir um boato bobo por ai, submeta-o ao crivo destas três peneiras:
Verdade
Bondade
Necessidade.
Antes de obedecer o impulso de passá-los adiante porque:
PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDEIAS,
PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS,
PESSOAS MEDIUCRES FALAM SOBRE PESSOAS.

Pense nisso antes de sair por ai fofocando sobre as pessoas!

domingo, 29 de junho de 2008

Aceitando sua missão!!


Marcos
8 - 35 Porque qualquer que quiser salvar a sua vida perdê-la-á, mas qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará.

Foi o próprio Deus que fez de nós o que somos e nos deu uma nova vida da parte de Cristo Jesus; e muito século atrás, Ele planejou que gastássemos essa vida em auxiliar aos outros.

Você acha mesmo que você aceitou a Cristo para ser apenas um “esquenta banco”?

Se você pensa assim esta na hora e perder essa mentalidade de gafanhoto e crescer, e aprender que Jesus nos chama para continuar a Sua obra.

Não pense você que simplesmente seu lugar é sentado em um lugar que já esta até com o formato de suas nádegas. Não! Absolutamente não!

Você tem um chamado não se cale!

Você foi criado para servir a Deus. Você foi posto neste planeta para uma missão especial.

(Deus)... Nos criou para que fizéssemos as boas obra que Ele já havia preparado para nós. Ef 2:10

Entende que você tem um chamado, não importa onde é o seu chamado o importante é cumpri-lo com amor!!

Sirvam aos seus senhores e boa vontade, como servindo ao Senhor, e não aos homens porque vocês sabem que o Senhor recompensará cada um pelo bem que praticar., seja escravo, seja livre. Ef. 6:7-8

Deus te chama para evangelizar para ganhar almas!!

Ouça a voz do seu chamado!

Disse o Senhor a Jeremias: Antes que o fizesse no útero da sua mãe, eu o escolhi. Antes que você nascesse, eu o separei para uma obra especial. Jr 1:05

Antes mesmo de você nascer deus já havia planejado um futuro pra você! Uma obra única e especial que só você pode fazer! Porque só você é capaz de realizar a obra que o Senhor predestinou a você!

Você foi salvo para servir a Deus. Você não foi salvo pelo serviço, mas para o serviço.

Foi Ele quem nos salvou e nos escolheu para o seu santo trabalho, não porque merecêssemos mas, porque esse era o Seu plano.

Por causa da infinita misericórdia de Deus, entregue-se completamente a Deus como um sacrifício vivo, dedicado ao Seu serviço.

Você foi comprado por alto preço! Portanto, glorifica a Deus com o seu próprio corpo!

I Co 6:20.

Quando a sogra de Pedro, foi curado por Jesus, ela instantaneamente se levantou e começou a servi-lo, usando seu novo dom de saúde. Somos curados para ajudar aos outros!

Você foi chamado para servir a Deus independentemente do seu emprego ou carreira. Você é chamado para ser um cristão servindo em tempo integral.

Isso não quer dizer que você tenha que largar seu emprego e família. Não! De jeito maneira! Isso significa que você tem que ser uma benção onde quer que fores!

Romanos 8 - 29 - 30 Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou.

Deus nos salvou e nos chamou para sermos seu povo. Não foi por causa do que temos feito, mas porque este era o seu plano e por causa da sua graça.

Você foi chamado para falar das excelentes qualidades de Deus que o Chamou, foi chamado e agora pertence a Deus e tem uma vida útil no serviço de Deus.

Você juntamente com seus irmãos em Cristo são um único corpo de Cristo Jesus, e cada um é um membro separado e necessário a Ele.

A ordem é servir a Deus. Jesus veio para “servir” e para “dar”. Esses dois verbos também devem servir para definir sua vida na terra. Mt 20:28

Algum dia Deus irá comparar quanto tempo e energia gastamos conosco, em relação ao que utilizamos para servir aos outros.

Pois todos nós compareceremos diante do tribunal Divino, e cada um prestará contas de si mesmo.

Servir é o caminho para a verdadeira importância. Eu posso te garantir que é por meio do ministério que descobrimos o verdadeiro significado da vida!

Todos temos um significado e função como parte do membro de Seu corpo.

Quero que você pense como tudo isso o torna mais importante, não menos por causa daquilo que você é a parte.

Porque somos criação de Deus, realizada em Cristo Jesus para anunciarmos as boas novas, as quais Deus preparou antes para nós a praticarmos!

Marcos
16 - 15 E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

terça-feira, 3 de junho de 2008

Tempo de Seca



Hoje alguém me disse que estamos entrando em um tempo de seca no Brasil. Mesmo sabendo que existem estações de chuva e de seca, tal comentário perturbou meu coração profundamente. Será que estamos entrando em um tempo de seca no Brasil no que diz respeito à Igreja? Espero que não, mas, se for verdade o que podemos ou devemos fazer enquanto essa estação não chega?

Devemos perguntar sinceramente a Deus qual será a próxima estação e nos prepararmos. Por exemplo, quando se planeja uma viagem para a praia é necessário checar as previsões da meteorologia para saber se vai chover ou não. O agricultor precisa saber muito bem as estações para garantir que sua plantação receberá chuva na época certa. A falta da chuva pode destruir uma plantação e um bom agricultor precisa ter um plano de ação preparado para situações de emergência.
É necessário orar e buscar ao Senhor para entendermos o momento que estamos na Igreja Brasileira. Precisamos da direção e presença do de Deus. Nosso orgulho e pretensões humanas precisam ser colocados de lado. Humildade de coração é necessária para conseguirmos enxergar o que está preparado para nós.

Particularmente creio que estamos entrando em um tempo maravilhoso, porém, muito sério e delicado da Igreja. Não há mais tempo para edificarmos reinos e tentarmos provar que somos melhores ou maiores do que os outros. É tempo da Igreja se unir e andar em unidade, fazendo o Senhor conhecido.

O Brasil está experimentando uma prosperidade que foi profetizada há muito tempo por profetas do Senhor. Contudo se olharmos na história a prosperidade em muitas nações trouxe um falso senso de segurança e independência de Deus e como conseqüência, muitas destas nações viraram as costas para Deus. Meu conselho para a Igreja Brasileira nesse ano é não se esquecer do Senhor e manter os olhos em Cristo e não em movimentos. Devemos nos mover como Deus tem nos ordenado.

Gostaria desafiá-los a crescerem como uma família, servos lavando os pés uns dos outros. O mundo ao nosso redor tem se tornado egoísta e como diz as escrituras: "Amantes de si mesmos, avarentos...". A Igreja precisa ser o antídoto e viver o cristianismo como deve ser vivido: amando e servindo uns aos outros. Nesse ano precisamos nos lembrar que somos membros uns dos outros e só assim poderemos cumprir aquilo que Deus tem para nós como Igreja. São tantas as promessas de Deus para nós que nos próximos anos, creio, serão marcados por um sopro de unidade e companheirismo na casa do Pai.

Como disse no início, não posso afirmar se uma estação de seca está para vir, mas posso afirmar que Jesus é uma fonte que nunca seca, na qual podemos confiar, pois, os que confiam no Senhor não serão abalados.




Por: Judson de Oliveira


terça-feira, 27 de maio de 2008

Dias de 36 horas!!




O estranho mundo do século XXI é o curioso artigo de uma enciclopédia publicada em 1950. Além das típicas previsões de ficção científica, como viagens espaciais e veículos voadores, há uma que poderíamos chamar de “ficção social”: “No ano 2000 o homem será mais escravo do tempo, pois disporá dele para seu gozo pessoal. As coisas estarão organizadas de tal maneira que seu horário de trabalho permitirá o atendimento de todas as suas necessidades.” Ninguém precisa de muita observação para ter certeza de que esta previsão não se cumpriu, e está muito longe de se tornar realidade. Nunca o homem trabalhou tanto, mesmo contando com todas as maravilhas da tecnologia, e nunca teve tão pouco tempo para o atendimento de suas necessidades.

Vivemos escravos do tempo, que por muitos dias parece ser tão curto que não sobra tempo nem para nos mesmos.
De casa para o trabalho, do trabalho para a Igreja, da Igreja para casa... Moral da história, precisávamos de dias com 36 horas, mas sinceramente eu faço tantas coisas que 36 horas talvez seria bem pouco, comparado ao tempo que eu disponho.

Mas isso não me da o direito de fazer a obra do Senhor relaxadamente, muito pelo contrario me empenho ao máximo em fazer a obra do Senhor, com amor, força de vontade, fé, alegria (Alegrei-me quando me disseram vamos a casa do Pai) e sempre buscando meu melhor!

Porque na verdade é isso que importa, Deus vê o seu coração, e não se você esta fazendo algo para Ele ou não. Ele vê o seu interior, com que ânimo você faz a obra d’Ele.

Ultimamente venho pensado no discipulado, esta foi uma ordem de Jesus, portanto ide e fazei discípulos!
O problema é que andamos tão tomados pelo ativismo que nos esquecemos disso.

Eu só fui me dar conta de como o discipulado é importante quando uma irmã da igreja me disse: A E... (prefiro não citar o nome) é discípula da Heloize.
Eu olhei espantada afinal ter uma discípula era algo novo para mim, ainda mais tendo discípula sem dar discipulado!

Mas líder, se você realmente é um líder de excelência você precisa ter discípulos eles serão suas raízes amanhã!
São tantas reuniões, cultos e ensaios que o contato mais próximo, pessoal, gente com gente, vai sendo deixado de lado, pois não há tempo livre para isso.
Talvez se os dias tivessem 36 horas, ou quem sabe 48 horas, conseguíssemos dar conta de tudo o que temos que fazer.
Mas desde que o mundo é mundo – com exceção de dois eventos, um na época de Josué, quando a seu pedido Deus fez para o sol, e outro, na do rei Ezequias, que orou e fez a sombra do sol retroceder – os dias tem 24 horas. Ao longo de toda a história humana, foi dentro deste período diário que todos tiveram que desenvolver suas atividades.

Foi exatamente com dias de 24 horas que Jesus construiu seu ministério, que Paulo empreendeu suas viagens missionárias, que Matinho Lutero iniciou a religião protestante, que Spurgeon preparou e pregou seus milhares de sermões, Darby compôs seus hinos e traduziu a Bíblia – muito mais do que qualquer um de nós consegue fazer hoje, com as mesmas 24 horas diárias à disposição e mais toda a tecnologia.
O problema não esta no andar dos ponteiros do relógio, mas nas prioridades. A vida moderna exige que nos dediquemos a coisas demais. Inclusive e principalmente na Igreja.

Para colocar as coisas no lugar, temos que responder com sinceridade a estas perguntas: “Eu preciso, de fato, fazer tudo o que eu faço?”; “Não há pessoas quem eu possa delegar algumas das minhas tarefas?”; “Preciso mesmo gastar meu tempo da formo como o tenho feito?”.
Temos de ajustar nossa vida toda para focá-la no que é principal, intransferível, ordenado pelo Senhor da Igreja a cada um de nós.
Senão, corremos o risco de quando Ele voltar e pedir contas da tarefa que nos delegou, termos de responder envergonhados: “Sabe que é, Senhor? Não deu tempo...”

domingo, 25 de maio de 2008

Bem Distantes...



"Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma?" (Mateus 16:26)


A grande paixão de certa mulher era cuidar de suas rosas. um dia ela foi até o jardim com o propósito de pegar algumas delas para colocar em uma jarra. Selecionou as mais bonita se ao aproximar-se da que julgava ser a mais bela de todas,tomou todo o cuidado na hora de cortá-la. Enquanto seu braço estava junto à roseira, sentiu, de repente, algo frio enrolando-se nele. Ela tirou rapidamente o braço da roseira e, para seu horror, viu que havia ali uma serpente negra enrolada. Apavorada ela sacudiu fortemente o braço até que a serpente se soltou. Daquele dia em diante ela não mais se aproximou de suas roseiras. Seu ódio, medo e aversão a serpentes eram mais fortes do que a atração pelas rosas de seu jardim.
Bem-aventurados somos nós quando, pela graça do Senhor, temos aversão pelo pecado e pela morte espiritual que ele causa. Mesmo quando nos sentimos atraídos pelas ofertas sedutoras que o mundo proporciona, resistimos pelo fato denão querermos desagradar a Deus. Os prazeres carnais insistirão sempre, mas pelo temor do Senhor preferiremos nos manter afastados.
A Palavra de Deus nos adverte que de nada vale ganhar o mundo inteiro e perder a alma. Sabemos que isso é verdade porque não há maior prazer e maior alegria do que estar na presença do Senhor. Por maiores que sejam os encantos do mundo, são passageiros e enganosos e não se comparam aoregozijo experimentado quando vivemos sob a direção doSenhor Jesus Cristo.
Com Jesus no coração a nossa diversão é maior e mais segura.
Ele nos mostra os melhores lugares e nos acompanha a todos eles. A nossa felicidade é verdadeira e eterna porque não esconde ciladas ou enganos, não nos leva à perdição e nem nos deixa em dúvidas sobre aonde ir e o que fazer.
Cada um de nossos dias é recheado de conquistas e vitórias e mesmo quando nos vemos sob uma tempestade passageira, nos socoração continua alegre porque a nossa mão está firme nas mãos do Senhor e sentimo-nos protegidos e guiados em todas as circunstâncias.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

O Reconhecimento Que Realmente tem Valor




"E chamando ele os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deu mais do que todos os que deitavam ofertas no cofre" (Marcos 12:43).

Uma grande multidão estava reunida na rua, em frente a umhotel em Glasgow, Escócia.
Eram torcedores dando asboas-vindas e comemorando ruidosamente o retorno do time local que acabara de chegar da Inglaterra, após uma grande vitória. No mesmo instante um pequeno homem entrava, sem ser notado, no hotel. Ele não tinha nenhuma importância para a multidão. Ele era apenas o descobridor da penicilina.
Qual o nome daquele time? Não sabemos.
Qual era seu principal jogador? Talvez nem seus torcedores se lembrem.
Mas até hoje, em qualquer lugar do mundo, todos reverenciam o trabalho maravilhoso de Alexandre Fleming, que tanto bem trouxe à humanidade com a sua penicilina.Muitas vezes ficamos chateados por não sermos distinguidos pelo bom trabalho que executamos. Esforçamo-nos ao máximo para dar o nosso melhor e nem sempre somos reconhecidos.
Muitos que julgamos sem grande valor recebem aplausos e nós,continuamos no anonimato. Mas será que, realmente, ninguém nos nota?
Deus sempre vê o que fazemos. E não há maior notoriedade do que a que vem do nosso Senhor. O reconhecimento humano pode durar apenas alguns dias, mas o valor que o Senhor nos dá permanece para sempre.
Quando nos oferecemos para servir a Deus, qual o nosso propósito?
Quando estendemos a mão a alguém, demonstrando o amor que está em nós através da pessoa de Jesus, o que desejamos receber em troca? Quando nos apresentamos à liderança de nossa igreja, dizendo que pode contar conosco,estamos aguardando as congratulações ou o fazemos por gratidão a Deus?
Aquela viúva colocou suas pequenas moedas na caixa de ofertas sem esperar nada em troca. Ninguém notou o que ela fez, mas desde aquele dia até hoje, dois mil anos depois, o Senhor está dizendo ao mundo: "Ela deu mais do que todos os demais."

terça-feira, 13 de maio de 2008

Orar com consciência




Daniel 09:03 Voltei o rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, pano de saco e cinza.

Um grande homem de oração na Bíblia foi Daniel.
Ele orava três vezes ao dia, e por causa de sua oração chegou a ser jogado na cova dos leões.
Em Daniel 9:3 encontramos uma fórmula de como orar corretamente.
Daniel fala que orou ao Senhor e jejuou, e o mais importante, pediu perdão e se arrependeu.
A primeira coisa que ele faz ao buscar a Deus é confessar os pecados seus e do povo. Devemos fazer o mesmo ao entrarmos diante do Pai.
Pecados não confessados podem ser uma barreira a bloquear nossas orações diante de Deus.
Filipenses 4:6 diz que não devemos andar ansiosos, mas nossas necessidades devem ser colocadas diante de Deus em oração.O Diabo é acusador. Muitas vezes Deus não pode liberar as bênçãos pois Satanás está diante dele nos acusando. Nós falhamos, mas temos o sangue de Cristo que nos purifica de todo o pecado.
Entre na presença do Senhor tomando posse da sua misericórdia que se renova a cada dia.
Entre na presença do Senhor com a consciência de que você leva o nome Dele!

sábado, 10 de maio de 2008

Dia das Mães! Eita data pra lá de especial!!


Foto: Thiara Mandelli sua Filhinha Luara


Engraçado falar de mãe, porque na verdade dia das mães tem que ser todo dia!
E mais engraçado ainda é que se perguntar pra quem quer que seja quem é a melhor mãe do mundo, a resposta vai ser sempre a mesma, o que muda é o nome da mãe!

Para a mãe que não pode ter seu filho nos braços, para a mãe que se quer pode segurar seu filho, para mãe que enfrentou depressão pós-parto e superou! Para a mãe que teve que viver com a perda de seu filho.
Para minha mamãezinha, para sua, para todas UM FELIZ DIA DAS MÃES!

Vai entender as mães
Um dia eu chutei a barriga da minha mãe
E ela chorou de emoçãoFiz ela engordar uns 20 kg
E ela só tinha palavras doces pra mim
Fiz ela quase morrer de dor
E ela deu um grito de alegria
Quando me viu pela primeira vez
Eu roubei o tempo dela
Eu roubei o marido dela
E a paixão só aumentou
Mãe definitivamente você não bate bem!
É por isso que eu te amo loucamente
>Comercial da Marisa.

Mãe...
São três letras apenas
As desse nome bendito:
Também o céu tem três letras
E nelas cabe o infinito
Para louvar a nossa mãe,
Todo bem que se disser
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer
Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do CÉU
E apenas menor que Deus!
Mário Quintana


Nos Estados Unidos, as primeiras sugestões em prol da criação de uma data para a celebração das mães foi dada em 1872 pela escritora Júlia Ward Howe, autora de "O Hino de Batalha da República".
Mas foi outra americana, Ana Jarvis, no Estado da Virgínia Ocidental, que iniciou a campanha para instituir o Dia das Mães. Em 1905 Ana, filha de pastores, perdeu sua mãe e entrou em grande depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a idéia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que a festa fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas, com um dia em que todas as crianças se lembrassem e homenageassem suas mães. A idéia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais.
Durante três anos seguidos, Anna lutou para que fosse criado o Dia das Mães. A primeira celebração oficial aconteceu somente em 26 de abril de 1910, quando o governador de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock, incorporou o Dia das Mães ao calendário de datas comemorativas daquele estado. Rapidamente, outros estados norte-americanos aderiram à comemoração.
Finalmente, em 1914, o então presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson (1913-1921), unificou a celebração em todos os estados, estabelecendo que o Dia Nacional das Mães deveria ser comemorado sempre no segundo domingo de maio. A sugestão foi da própria Anna Jarvis. Em breve tempo, mais de 40 países adotaram a data.
"Não criei o dia das mães para ter lucro"
O sonho foi realizado, mas, ironicamente, o Dia das Mães se tornou uma data triste para Anna Jarvis. A popularidade do feriado fez com que a data se tornasse uma dia lucrativo para os comerciantes, principalmente para os que vendiam cravos brancos, flor que simboliza a maternidade. "Não criei o dia as mães para ter lucro", disse furiosa a um repórter, em 1923. Nesta mesmo ano, ela entrou com um processo para cancelar o Dia das Mães, sem sucesso.
Anna passou praticamente toda a vida lutando para que as pessoas reconhecessem a importância das mães. Na maioria das ocasiões, utilizava o próprio dinheiro para levar a causa a diante. Dizia que as pessoas não agradecem freqüentemente o amor que recebem de suas mães. "O amor de uma mãe é diariamente novo", afirmou certa vez. Anna morreu em 1948, aos 84 anos. Recebeu cartões comemorativos vindos do mundo todos, por anos seguidos, mas nunca chegou a ser mãe.
Cravos: símbolo da maternidade
Durante a primeira missa das mães, Anna enviou 500 cravos brancos, escolhidos por ela, para a igreja de Grafton. Em um telegrama para a congregação, ela declarou que todos deveriam receber a flor. As mães, em memória do dia, deveriam ganhar dois cravos. Para Anna, a brancura do cravo simbolizava pureza, fidelidade, amor, caridade e beleza. Durante os anos, Anna enviou mais de 10 mil cravos para a igreja, com o mesmo propósito. Os cravos passaram, posteriormente, a ser comercializados.
No Brasil
O primeiro Dia das Mães brasileiro foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio. Em 1947, Dom Jaime de Barros Câmara, Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro, determinou que essa data fizesse parte também no calendário oficial da Igreja Católica.



quinta-feira, 8 de maio de 2008

Busca pela Arca




Origem
A Arca é a primeira construção mencionada no livro do Êxodo. Sua construção é orientada por Moisés, que por sua vez recebera instruções divinas quanto à forma e tamanho do objeto. Na Arca estavam guardadas as duas tábuas da lei; a vara de Aarão; e um vaso do maná. Estas três coisas representavam a aliança do Deus YHVH com o povo de Israel. Para judeus e cristãos a Arca não era só uma representação, mas era a própria presença de Deus.


Construção
A Bíblia descreve a Arca da Aliança da seguinte forma: caixa e tampa de madeira de acácia, com 2 côvados e meio de comprimento (um metro e onze centímetros ou 111cm), e um côvado e meio de largura e altura (66,6 cm). Cobriu-se de ouro puro por dentro e por fora. - (Êxodo 25:10 a 16)

Para transportá-la foram colocadas quatro argolas de ouro puro, cada uma, nas quatro laterais da mesma, duas de um lado e duas do outro, para que varais pudessem ser encaixados. As varas para este transporte eram de acácia também e toda recoberta de ouro puro. As varas eram metidas nas argolas de ouro e assim a Arca da Aliança era transportada pelo meio do povo. Os varais não podiam ser retirados da arca após sua colocação.

Sobre a tampa, chamada Propiciatório "o Kapporeth", foram esculpidos dois querubins de ouro ajoelhados de frente um do outro, com os rostos voltados um para o outro, com as asas esticadas para frente, tocando-se na extremidade. Suas faces eram voltadas uma para a outra e as asas cobriam o propiciatório encontrando-se como um arco, dum modo defensor e protetor. E se curvavam em direção à tampa em atitude de adoração. (Êxodo 25:10-21; 37:7-9) Esta peça era uma peça só, não sendo fundidas em separado. Segundo relato do verso 22, Deus se fazia presente no propiciatório no meio dos dois Querubins de ouro em uma presença misteriosa que os Judeus chamavam Shekinah ou presença de Deus.

Dentro da Arca havia as tábuas com os Dez Mandamentos escritos por Deus, um pote com Maná e o cajado de Arão que floresceu.

A Arca fazia parte do conjunto do Tabernáculo, com outras tantas especificações. Ela ficaria repousada sobre um altar também de madeira coberto de ouro, com uma coroa de ouro ao redor. Como os hebreus ainda vagavam pelo deserto no momento da construção da arca, esta precisava ser carregada, e por isso a previsão para os varais.

Somente os sacerdotes levitas poderiam transportar a arca ou tocá-la. Apenas o Sumo-Sacerdote uma vez por ano, no dia da expiação, quando a Luz de Shekiná se manifestava, entrava no santíssimo do templo. Estando ele em pecado, morreria instantaneamente.

Outros relatos bíblicos se referem ao roubo da arca por outros povos inimigos de Israel, que sofreram chagas e doenças enquanto tinham a arca em seu poder. Homens que a tocavam que não fossem levitas ou sacerdotes morriam instantaneamente.


Função e simbologia
A partir do momento em que as tábuas dos Dez Mandamentos foram repousadas no interior da Arca e esta foi fechada, ela é tratada como o objeto mais sagrado, como a própria representação de Deus na Terra. A Bíblia relata complexos rituais para se estar em presença da Arca dentro do Tabernáculo (o que normalmente era feito por algum sacerdote levita).

Segundo os relatos, Deus revelava-se como uma figura etérea que se manifestava sobre os querubins que esticavam suas asas sobre a Arca. Tocar a Arca era um ato irreverente punido severamente, e a Bíblia conta de alguns casos em que pessoas tiveram morte instantânea apenas por tocar na Arca (em I Samuel, um israelita (Uzá) tenta agarrar a Arca que está caindo no chão, e mesmo assim é morto). Os varais permitiriam que ela fosse transportada sem que fosse tocada.

A Arca como instrumento de guerra
A Arca representava o próprio Deus entre os homens. A crença na presença ativa de Deus fez com que os hebreus, por várias vezes, carregassem a arca à frente de seus exércitos nas batalhas realizadas durante a conquista de Canaã. Inicialmente, a presença da Arca era suficiente para que pequenos contingentes hebreus aniquilassem exércitos cananeus inteiros, e quando os comandantes hebreus dispensavam a Arca, sofriam derrotas desastrosas.

Ainda restava o assentamento de sete Tribos de Israel na Terra de Canaã para que a conquista estivesse completa, quando Josué determinou a construção de um Tabernáculo permanente na cidade de Siló, onde a Arca ficaria protegida.


A captura da Arca pelos Filisteus e seu retorno
Nos últimos anos do período dos Juízes de Israel, a Arca da Aliança era guardada em Siló pelo sacerdote Eli, e seus filhos Hofni e Finéias. O profeta Samuel era jovem, e recebera uma revelação divina condenando Eli e seus filhos ao julgamento, por causa de crimes cometidos por seus filhos.

Neste tempo, segundo o relato bíblico, os filisteus invadiram a Palestina, vencendo o exército israelita próximo à localidade de Ebenézer. Os israelitas, vendo-se em situação adversa, apelaram para a Arca, e a trouxeram de Siló. A maldição sobre Eli teria tido lugar, pois a Arca não surtiu efeito na batalha: os israelitas foram derrotados, e a Arca foi capturada. Os filhos de Eli foram mortos. Eli, ao saber da notícia, caiu de sua cadeira e morreu com o pescoço quebrado.

Os filisteus teriam tomado a Arca como butim de guerra, e a levaram ao templo de Dagom, em Asdode. O relato bíblico conta que a simples presença da Arca naquele local foi o suficiente para que coisas estranhas ocorressem: por duas vezes, a cabeça da estátua de Dagom apareceu cortada. Em seguida, moléstias (hemorróidas, especificamente, além de um surto de ratos) teriam assolado a população de Asdode, inclusive príncipes e sacerdotes filisteus, o que fez com que os príncipes daquela cidade enviassem a Arca a Ecrom, outra cidade filistéia. Porém, em Ecrom a população reagiu negativamente à presença da Arca, e a enviou de volta ao território de Israel numa carroça. O tempo de permanência da Arca na Filístia teria sido de sete meses.

A carroça, puxada por vacas, parou em Bete-Semes, onde foi recebida por um certo Josué (personagem diferente do Josué, comandante da Conquista de Canaã). Os bete-semitas, movidos pela curiosidade, olharam para o interior da Arca, e morreram instantaneamente. Em seguida, foi transportada para Quireate-Jearim, onde ficou aos cuidados de Eleazar por 20 anos.

A Arca em Jerusalém e o Templo de Salomão
No início de seu reinado, Davi ordenou que a Arca fosse trazida para Jerusalém, onde ficaria guardada em uma tenda permanente no distrito chamado Cidade de Davi. Com o passar do tempo, Davi tomou consciência de que a Arca, para ele símbolo da presença de Deus na Terra, habitava numa tenda, enquanto ele mesmo vivia em um palácio. Então Davi começou a planejar e esquematizar a construção de um grande Templo. Entretanto, esta obra passou às mãos de seu filho Salomão.

No Templo, foi construído um recinto (chamado na Bíblia de "oráculo") de cedro, coberto de ouro e entalhes, dois enormes querubins de maneira à semelhança dos que havia na Arca, com um altar no centro onde ela repousaria. O recinto passou a ser vedado aos cidadãos comuns, e somente os levitas e o próprio rei poderiam se colocar em presença da Arca.



Desaparecimento
A Arca permaneceu como um dos elementos centrais do culto a Deus praticado pelos israelitas durante todo o período monárquico, embora poucas referências sejam feitas a ela entre os livros de Reis e Crônicas.

Em 587 a.C (ou 607 a.C, segundo alguns estudiosos), Nabucodonosor, rei da Babilônia, invadiu o reino de Judá e tomou a cidade de Jerusalém. O relato bíblico menciona um grande incêndio que teria destruído todo o templo. A Arca desaparece completamente da narrativa a partir desse ponto, e o próprio relato é vago quanto ao seu destino.

Para os católicos que se utilizam da Septuaginta, Escrituras Sagradas na versão grega dos LXX, o desaparecimento da Arca é narrado no livro de II Macabeus, não aceito pelos protestantes e pelos judeus. Nessa situação o profeta Jeremias haveria mandado que levassem a Arca até o monte Nebo para ali a escondeu em uma caverna (II MAC Cap. 2).

" O escrito mencionava também como o profeta, pela fé da revelação, havia desejado fazer-se acompanhar pela arca e pelo tabernáculo, quando subisse a montanha que subiu Moisés para contemplar a herança de Deus. No momento em que chegou, descobriu uma vasta caverna, na qual mandou depositar a arca, o tabernáculo e o altar dos perfumes; em seguida, tapou a entrada. Alguns daqueles que o haviam acompanhado voltaram para marcar o caminho com sinais, mas não puderam achá-lo. Quando Jeremias soube, repreendeu-os e disse-lhes que esse lugar ficaria desconhecido, até que Deus reunisse seu povo e usasse com ele de misericórdia. Então revelará o Senhor o que ele encerra e aparecerá a glória do Senhor como uma densa nuvem, semelhante à que apareceu sobre Moisés e quando Salomão rezou para que o templo recebesse uma consagração magnífica." (II Mac, 2, 4-7, Bíblia Ave-Maria) Segundo relatos bíblicos, somente os israelitas descententes de Aarão (Da tribo de Levi),poderiam transportá-la,qualquer não-levita poderia ser consumido por Deus ao tocá-la, por isso que é improvável que a mesma tenha sido destruída.



A busca pela Arca
A Arca da Aliança desapareceu da narrativa bíblica depois do incêndio ao Templo de Jerusalém. Por isso, não há certezas da sua existência nem da sua destruição. É possível que, antes de atear fogo ao Templo, os soldados de Nabucodonosor tenham tomado todos os objectos de valor (incluindo a arca coberta de ouro) e a levado como prémio pela conquista. Uma vez em posse dos babilónicos, ela pode ter sido destruída para se obter o ouro, ou ter sido conservada como troféu. Babilónia também foi conquistada posteriormente por persas, macedónios, partos e outros tantos povos, e seus tesouros (incluindo possivelmente a Arca) podem ter tido incontáveis destinos possíveis.

De qualquer modo, ela tem sido um dos tesouros arqueológicos mais cobiçados pela humanidade, e inúmeras expedições à Mesopotâmia e à Palestina foram realizadas, sem sucesso. Existem hoje em vários museus réplicas da Arca baseadas nas descrições bíblicas, mas a verdadeira jamais foi encontrada.

O cineasta George Lucas inspirou-se na busca pela Arca para o roteiro de seu filme Raiders of the Lost Ark (intitulado Caçadores da Arca Perdida, no Brasil; Indiana Jones e os Salteadores da Arca Perdida, em Portugal).

Para muitos a Arca foi trazida pelo filho do Rei Salomão, com a Rainha de Sabá (rainha da atual Etiópia). E está guardada em um templo na Etiópia, onde um único Sacerdote pode vê-la.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Alegria



"Alegrai-vos no Senhor e regozijai-vos, ó justos; exultai, vós todos que sois retos de coração." Salmos 32:11

Alguns olham para a bíblia com os 10 mandamentos e ensinos sobre os pecados e a pureza, e concluem que Deus é um desmancha-prazeres cósmico. Supõe-se que os limites de Deus sobre o nosso comportamento e relacionamento são barreiras que impedem a nossa diversão.
Nada poderia estar mais longe da verdade!
Este Salmos, nos da uma idéia muito claro da fonte de alegria.
O rei Davi, descobriu que ele não se alegrava em realizar todos os seus desejos. Em vez disso sentia-se infeliz quando pecava e recusava-se a confessar seu pecado. Davi só experimentara alegria quando tinha a consciência limpa.
O Exemplo de Davi mostra que a alegria provém de uma consciência limpa e de um relacionamento reto com Deus.
A única maneira de ser verdadeiramente feliz e alegre é ter comunhão com o Senhor o que só é possível quando nossa consciência esta limpa e experimentamos seu perdão.
Se confessarmos os nossos pecados, Deus irá perdoá-los e purificar-nos (I Cor. 1:8-9).
Assim como um jardim não pode viceja caso permita que o mato cresça descontroladamente, só conhecemos a plenitude da alegria quando permitimos que Deus limpe da nossa vida daquelas coisas que a sufocam.
O resultado da obediência a Deus não é o tédio, mas uma vida de alegria abundante!

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Um desejo




Sempre que leio o livro de Atos, vejo o mesmo sentimento permeando o meu interior.

O desejo de experimentar aquela dimensão de intimidade com o Senhor e manifestação de poder.

De andar no sobrenatural, de experimentar uma direção clara e contundente do Espírito Santo, de ser guiado momento após momento. O que tem acontecido é que ano após ano fico frustrado, pois acabo sem conseguir o meu intento e percebo que a culpa recai sobre o número de atividades, do ativismo, dos compromissos, das situações.

Quando vejo as atividades de Jesus e de seus apóstolos, percebo que eles eram tão ocupados “que não tinham tempo para comer” e mantinham esta comunhão estreita com o Pai.

Uma pergunta surge: Qual era o segredo para fazerem tudo e permanecerem com tamanha intimidade e dependência? Como conseguiam?

A pergunta é pertinente, pois não creio que as atividades irão diminuir, não creio que o Senhor queira que abandonemos o mundo e o dia a dia. Isto foi o que alguns fizeram em sua busca e alienaram-se de tudo e de todos.

Os apóstolos não se alienaram do mundo, não se separaram em um lugar ermo e solitário, pois estavam diariamente no pórtico e de casa em casa. Viviam uma vida intensa de comunhão com os irmãos e com o povo e mesmo assim mantinham sua intimidade com o Pai.

Muitos sinais e prodígios eram feitos e havia abundante graça em cada um. Sabemos que isto era assim com eles e que eles eram homens sujeitos aos mesmos sentimentos que nós e que também tinham as suas atividades como temos as nossas e mesmo assim experimentavam uma dimensão de comunhão e de manifestação que vai além do que temos experimentado.

Através dos relatos de Atos percebo que é possível ter muita atividade e mesmo assim desenvolver intimidade com Deus.

Como alcançar isto dentro de nossa realidade e contexto?

Isto é o que tenho que descobrir e experimentar.

Qual é a chave que eles tinham que temos que ter?

Como em meio ao turbilhão de demandas, serviços e atividades manter a comunhão com o Senhor intacta?

Como manter a comunhão no dia a dia?

Quero, com toda a simplicidade, sugerir algumas coisas:

1º. Tirar um tempo específico de oração e cumpri-lo acima de tudo. Se possível antes de deixar o quarto.

2º. Determinar que a cada hora irei parar qualquer atividade e irei orar. Dar o dizimo da hora para o Senhor.

3º. Tenho algo para fazer, um lugar para ir, um irmão para atender, uma situação para tratar, orar um tempo perguntando o que o Senhor quer que seja feito.

4º. Toda a situação que se apresentar diante de mim, orar antes de ter qualquer ação ou reação.

5º. Todo o dia, antes de dormir, repassar o dia diante do Senhor e ver o que ocorreu.

6º. Aproveitar para orar, cada vez, que encontrar com um irmão. Se não criarmos novos hábitos iremos, de novo, estar frustrados com a intimidade com o Senhor.

O caminho da espontaneidade passa pela autodisciplina.

E só se torna espontâneo em nós o que se torna um hábito e hábito se adquire pela repetição.

Que o Senhor nos ajude a mantermos a nossa intimidade em meio a todas as nossas atividades. Se foi possível para os apóstolos será possível para nós.

terça-feira, 29 de abril de 2008

Feliz Aniversário



Parabéns!!!

Eclesiastes 4 - 12 Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade.

Hoje, quando você acordar, eu quero que saiba o quanto tenho sido agraciada...
Por conviver com você, meu amado noivo esses meses.
Por termos sobrevivido a algumas brigas, discussões, a falta de fé, por mantermos até hoje nossa integridade perante os olhos do Senhor!
Eu hoje agradeço a Deus por ter te colocado em minha vida, e fazer com que eu valorizasse você.
Eu te amo desde o dia em que nossos olhos se cruzaram a primeira vez....
E de lá pra cá aprendi que o amor se transforma...
Que a paixão passa com o tempo... E se não houver confiança, respeito e mútua admiração seria impossível manter nossas palavras... Se não houvesse amor, amor de verdade seria impossível termos uma relação tão harmoniosa quanto a nossa!
Eu te amo porque desde o primeiro dia você tem permanecido amoroso.
Eu te amo porque você sempre soube esperar pelo meu sorriso, ainda que ele custasse a aparecer...
Eu te amo porque você teve que enfrentar uma cultura e um ritmo totalmente diferente do seu e não fez isso apenas por me amar, mas por amar acima de tudo Deus!
Eu te amo porque sempre esteve sei que sempre estarás ao meu lado quando eu mais precisar!
Eu te amo porque me cativastes desde o primeiro dia em que te vi! Eu te amo porque você jamais largou a minha mão nem por um segundo...
Te amo porque me perdoaste sempre!
Porque todos os dias você me faz sentir a mulher mais especial do planeta.
Não, não do planeta não do Universo!
Te amo por sempre acreditar nos meus sonhos....
Eu te amo por fazer dos meus sonhos, seus sonhos também!
Por ser fiel a Deus
Por servir a Deus
Por confiar em Deus
Por orar pela minha vida,
Por jamais criticar ou abandonar as pessoas que amo
Por sonhar comigo
Por se imaginar velhinho ao meu lado
Eu te amo por você somar comigo e não subtrair
Te amo porque Deus não poderia ter me dado melhor noivo,amigo e companheiro para enfrentar o que passamos e o que ainda iremos enfrentar juntos!
Eu te amo tanto, que nem sei como descrever o que sinto por você...
Mas, agradeço imensamente a Deus, por nosso amor ter nascido primeiro no coração d’Ele.
Agradeço a Deus ser sua noiva... ser sua auxiliadora, ser sua ...eternamente sua!
Sei que Deus vai restaurar os nossos sonhos... todos eles...
E fazer de nossas vidas um referencial pra esta geração!
E especialmente hoje, desejo a você no seu aniversário, que o Senhor derrame muito mais do seu amor, da sua sabedoria e do seu caráter sobre você.
Pois você é o cuidado de Deus na minha vida!!!!!
Um cordão de três dobras, eu, você e Deus, não se pode quebrar!

Eu te amo.....do tamanho do universo.....IDA E VOLTA!!!!

Eu te amo eternamente... Ao infinito e Além!!!

Parabéns! Meu Coraçãozinho Eu te amo por demais da conta!!
Sua vida: Heloize Tavares

segunda-feira, 28 de abril de 2008

CHEGOU SUA HORA MORRER ? VOCE TEM CERTEZA QUE ESSA É A VONTADE DE DEUS PARA VOCE?!!?


A menos que um cristão esteja plenamente convencido de que seu trabalho terminou e que é vontade de Deus leva-lo, ele deverá lutar lutar com todas suas forças contra a morte.

Se os sintomas da morte aparecerem em seu corpo antes que sua missão haja terminad,ele positivamente deverá resisti-los.
Admitir, baseados em nossa condiçao fisica e emocional, que o nosso tempo terminou, é um erro de nossa parte, nós, ao contrario, devemos ter convicção clara da parte de Deus no que diz a resperto a nossa partida.

Se vivemos para Ele, então devemos morrer para Ele. Qualquer chamada que não proceda d'Ele deve ser rejeitada.

Para vencer a morte os crentes devem substituir a atitude passiva pela resistencia. A menos que lancemos fora nossa atitude pacifista, não seremos capazes de sair da morte. E ai, seremos zombados por ela e, finalmente, vencidos. Numerosos são os santos que confudem, hoje, passividade com fé. Alegam que entregaram tudo a Deus. Pensam que se não for a hora da morte, Deus os salvará.

Porem, se essa hora chegou, que a vontade de Deus se cumpra. Esse comportamento parece correto.

Mas, podemos chama-lo de fé?

Não! Absolutamente.

É apenas passividade preguiçosa.

Quando não sabemos a vontade de Deus devemos orar: "Não a minha vontade, mas a tua vontade". ( Lucas 22.42).

Isso não quer dizer que não devemos orar especificamente levando diante d'Ele os nossos pedidos.

O certo é que. Não devemos submeter-nos passivemente a morte. Deus instrui-nos a agir em conformidade com o querer d'Ele. A não ser que saibamos ser Sua vontade, não devemos permitir que a morte nos oprima. Ao inves disso, devemos resisti-la.

Eis o porquê de tal atidude: A Biblia fala dela como sendo nossa inimiga." O último inimigo a ser destruído é a morte ( I Corintios 15.26).

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Prioridades na oração.




Quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta atrás de ti, ora ao teu Pai que esta em secreto, e o teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. (Mt 6:6)

Um dos grandes desafios que temos que vencer para manter uma vida de oração abundante é o ativismo.

Não raramente, estamos tão ocupados, correndo atrás de tantas coisas, que não reservamos um tempo de qualidade para buscar a Deus. Isso é um grande laço. Todas as coisas pelas quais corremos tanto, fluirão muito mais se estivermos na presença de Deus. Buscar o reino de Deus e a Sua justiça é a chave para termos nossas necessidades supridas (Mt6:33).
Há um princípio de prosperidade na palavra de Deus que devemos fazer valer em todas as áreas da nossa vida. Se damos as primícias a Deus, todo o restante será abençoado (Rm 11:16).
Isso serve para nossa vida financeira, para nossa família e também para nosso tempo. Quando estamos dispostos a dedicar o melhor do nosso tempo para buscar Sua face, Ele faz render o que sobra para cuidarmos de nossos próprios afazeres e somos bem sucedidos.
Ao nos mandar entrar no quarto e fechar a porta atrás de nós, o Mestre está nos falando de prioridade e qualidade para Deus.
Prioridade porque, ao fechar a porta, deixamos do lado de fora e em segundo planos todas as pessoas e compromisso para nos dedicar primeiro a Deus, como fez Maria, mesmo debaixo das pressões de sua irmã Marta, que valorizava mais o ativismo do que se dedicar a Deus (Lc. 10:38-42).
Qualidade, porque fazendo assim, estamos nos reservando para oferecer o melhor a Ele, sem qualquer interferência!
Há princípios que regem a nossa prática de oração, sem os quais, ela será prejudicada e nossa comunhão com Deus afetada, e não conseguiremos vencer os problemas da vida:


>>O MELHOR LUGAR:


Em se tratando de tempo pessoal com Deus, é importante que tenhamos um lugar tranqüilo para buscá-Lo, um lugar onde nada e ninguém nos chamará a atenção, a não ser Deus.


>>TEMPO DETERMINADO


Muitas pessoas não conseguem manter uma vida abundante de oração porque não separam um tempo determinado para isso. Decidem a orar, mas não determinam quando e nem por quanto tempo. Assim, acabam permitindo que outros compromissos ou necessidades interfiram no espaço reservado a Deus.


>>RELACIONAMENTO ÍNTIMO:


Ter vida de oração é relacionar-se livre e imediatamente com Deus, manter com Ele diálogo e gozar o privilégio de Sua presença. Isso implica contato dinâmico que envolve todo o nosso ser (espírito, alma e corpo). Orar a Deus pelas manhãs assim que levantarmos traz uma comunhão e uma paz maravilhosa para o resto do dia.

Importante ressaltar que sempre que você for orar (de preferência pela manhã) se revista com a amardura de Deus Ef. 6:10... a seguir: Cinturão da Verdade, Couraça da Justiça, Calçe os pés com a preparação do Evangelho da Paz, Sobre seus ombros lançe a Capa da Humildade(isso foi acrescentado por alguns líderes de batalha espiritual, para que seu eu venha cair por terra), sobre sua cabeça o Capacete da Salvação, em uma das mão o Escudo da Fé e na outra a Espada do Espírito! Esteja preparado contra todos os dardos inflamados do malígno! Se revista pelo menos uma vez por dia!

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Deus perdoa quem perdoa



Mateus 6:14 e 15. Se perdoarem as ofensas dos outros contra vocês, o Pai que está no Céu também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem os outros, o Pai também não perdoará as ofensas de vocês.

Jesus deixa bem claro que, se não agirmos amorosamente em relação ao próximo, não podemos esperar o perdão de Deus.
Não adianta pedir-lhe perdão se ,em nosso íntimo, permanecem restrições e mágoas para com outras pessoas.
Assim como não há limites para o perdão divino, também não deve haver limites de tolerância entre nós e o semelhante. Parece exagero, mas Jesus ensinou que mesmo que alguém nos ofendesse setenta vezes sete num só dia e, arrependido, toda vez nos procurasse para pedir desculpas, ainda assim deveríamos perdoá-lo.
O perdão, uma das maiores virtudes, através das quais alcançaremos a paz e a felicidade interior e a comunhão com Deus.

O que é mais importante: Perdoar ou pedir perdão ?
Quem pede perdão mostra que ainda crê no amor.
Quem perdoa mostra que ainda existe amor para quem crê.
Mas não importa saber qual das duas coisas é mais importante.
É sempre importante saber que:
Perdoar é o modo mais sublime de crescer
E pedir perdão é o modo mais sublime de se levantar ...

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Até o limite da honra - Batalha Espiritual



Deus não escolhe os preparados,
mas prepara os escolhidos!

Embora muitos tenham vindo de Elites, de grandes feitos de guerras, tenham muitos títulos e um enorme currículo… muitos não passarão do treinamento proposto. Porque ele não é somente espiritual, mas vai mexer com as emoções e o corpo. Muitos irão desistir! A maioria.
Sua força será tirada até a última gota de sangue. Seu “lar” será um campo de treinamento de onde só os mais fortes vão sair; as necessidades diárias básicas e os afazeres dos seres humanos serão descartáveis. Somente os que foram verdadeiramente eleitos ou predestinados para o Ministério conseguirão. Como sabemos? Estatística! É um fato histórico. A decisão é sua.
O que nunca foi pedido a ninguém será pedido a você. A dor será sua aliada, o sofrimento, seu companheiro. Mas eles o manterão acordado, com os olhos fitos no Alvo. Quem suporta a dor e o sofrimento será forjado.
Este treinamento não é para todos. Toquem o sino e serão poupados.
Para isso, é preciso humildade e reconhecimento da verdadeira posição a que você se destina. Não discuta com o destino.
Muitas vezes não haverá limite de tempo para o trabalho, e o tempo dos seres humanos normais não será levado em conta. Você viverá o que ninguém vive; não terá consolo de ninguém; praticamente nenhuma mão se estenderá para levantá-lo quando estiver prostrado. Não lhe darão crédito, desprexarão o que não conhecem; e quando precisar de um ombro, estará só. Porque faz parte aprender a estar só.
Só a força do General (Jesus), a Força do Senhor dos Exércitos, pairará sobre você, sobre aqueles que elegeu e predestinou. Quando chegar o tempo do descanso, enquanto outros descansam e tiram férias ao sol, você continuará trabalhando! Seu treinamento durará dia e noite!
Os de fora do treinamento não o compreenderão, por isso srá injustiçado e caluniado muitas vezes. As feridas que lhe serão causadas sararão… mas deixarão marcas eternas. Que ninguém entenderá, e muito menos acreditará que elas existam.
Especialmente as mulheres… preparem-se! Seu treinamento será tão rigoroso, ou até mais, do que o dos homens. Algumas escondem por baixo da aparência frágil a determinação da águia, a força do urso, acoragem do leão. E estas serão poupadas em nada!
Quer desistir? Toque o sino!
O treinamento será tão duro que você simplesmente terá a impressão da guerra já ter começado… mas é só um “risco calculado”. Assim será, cada vez mais intenso… até se tornar real!
Na guerra, dois é igual a um; e um é igual a nada! Aqueles que foram treinados como você - aqui ou em qualquer outro lugar do mundo, mesmo que agora sejam invisíveis - esses serão seus aliados, aqueles com quem você se tornará um! Porque, como você, experimenteram… e passaram… e sabem exatamente do que estamos falando.
Durante o treinamento, além de tudo o que ele exigirá de você, além de arrancar a sua pele, moldar o seu caráter e fortalecer seu espírito… quando não lhe restar força no corpo, na mente e na alma… que esperar de homens que não sabem o que é isso?
Esbarará em todo tipo de problema. Brigas por posição, corrupção, descrédito, mentiras, invejas, rancores e jogos de poder. Discursos bonitos com palavras doces e suaves serão feitos para acusá-lo e incriminá-lo por erros que não cometeu. Serão movidos por interesses humanos e diabólicos. Enfrentará oposição de todo tipo. Dos inimigos e dos “amigos”. Estará sozinho.
Mesmo assim, o treinamento - por mais intenso e descomunal que seja - ainda tem bases controladas. Mas, quando passado pela formalha e te mandarem para a Front de batalha, então a guerra será real! E te exigirá tudo o que foi aprendido nos anos anteriores, quando passou pelas agruras que a maioria desconhece.
Contará com os que foram, como você, provados no mais alto grau que o ser humano possa suportar, e terminaram aprovados. E com o general que te comissionou, e que jamais te abandonará. O senhor dos exércitos!
Então sua vida não fará mais parte deste mundo, pois seus olhos comtemplarão o alvo, somente o alvo(que é Cristo). E o impossível que se faz possível pelo poder sobre ti derramando, em nome de Jesus, o Cristo!
Se você é um destes que vai passar, ou está passando, por tal treinamento… o conheciemento é a chave para estratégia contra o inimigo!

Extraído do livro Rastros do Oculto - Daniel Mastral e Isabela Mastral

terça-feira, 8 de abril de 2008

Os céus poclamam a Glória de Deus



Salmos 19 - 1 Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos.


Você já fitou seus olhos nos céus e sentiu a presença de Deus? Já varreu os céus com os olhos, vendo as estrelas brilhando sobre o oceano como milhares de diamantes colocados sobre o veludo negro do infinito dossel* divino?Durante uma tempestade, Stuart Hine caminhava por uma floresta observando o poder e a majestade de Deus ao seu redor, e aí surgiu a inspiração para escrever o hino "Grandioso és Tu".

A Criação apresenta evidências.

Muito antes de o evangelho ser escrito nas páginas da Bíblia, ele já estava escrito no céu pontuado de estrelas e iluminado pelo sol resplandecente e pela suave luz da lua. O poder, a presença e a personalidade de Deus são evidentes em toda a sua criação.

"Os céus proclamam a glória de Deus..." , a toda pessoa, a toda hora, mesmo para aqueles que nunca abriram a Bíblia ou ouviram um pregador. "Diz o insensato no seu coração: Não há Deus" (Sl 141:1), apesar de a criação afirmar que todo aquele que vê o céu pode conhecer a Deus. Paulo escreveu: "Porque atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis. Rm 1:20

Deus nos altos céus.

Os "céus" estão no plural porque sabemos que existem três. Um deles é o céu que vemos com nossos olhos. O segundo é onde Satanás tem seu trono. Ele estava lá falando com Deus sobre Jó (Jó 1.). Paulo também disse que nós lutamos "contra forças espirituais do mal, nas regiões celestes" (Ef 6:12). O terceiro céu é onde Deus tem seu trono. A partir dali, ele olha para baixo, em direção a Satanás, lembrado-o de que o seu tempo está acabando e que, em breve, ele será jogado no lago de fogo (Ap. 20:10-15).

Na Bíblia, vemos Deus usando sua criação para ensinar e para explicar. Ele disse a Abraão para olhar para os céus e contar as estrelas, se pudesse. As estrelas representavam os descendentes da promessa (Gn 22:17). A lua e o sol testemunham a fidelidade de Deus à aliança eia com Israel (Sl 89:34-37). Deus guiou os sábios do oriente até Jesus através de uma estrela (Mt 2:2). Deus usa as estrelas para declarar a glória que Ele dá aos sábios (Dn 12:3). O Senhor usará o sol, a lua e as estrelas para anunciar a segunda vinda de Cristo, e, por causa de suas promessas, eu sigo "a brilhante estrela da manhã" (Ap. 22:16). Somos comparáveis as estralas também se pensarmos que a escuridão dos céus é o mundo repleto de pecado, e nós as estrelas brilhantes fazendo a diferença nessa geração, eu acredito que o Senhor nos esxerga desta maneira, mesmo o mundo inundado de pecados para o Senhor nós somos assim como estrelas que brilham de dia e de noite.

"Grandioso és Tu"

Ao olharmos para o céu, que possamos cantar. "Senhor meu Deus, quando eu maravilhado, fico a pensar nas obras de Tuas mãos, o céu azul de estrelas pontilhado, o Seu poder mostrado a criação, então minha alma canta a Ti, Senhor, Grandioso és Tu! Grandioso és Tu!"




*dos.sel - s. m. Armação ornamental, saliente, forrada de tecido especial ou de outro estofo, e franjada, que se coloca como ornato sobre altares, tronos, camas etc.

sexta-feira, 4 de abril de 2008

CHAMADOS PARA FORA!




Mateus 28 - 19 e 20: Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém!


A palavra igreja, no grego ekklesia, significa “chamados para fora”.
Chamados para fora dos valores profanos, mundano que hoje tem se misturado na igreja do Senhor, e assim, pela graça de Deus, introduzidos no Reino de Deus.
Sendo assim, levemos o reino de Deus às nações, de preferência, à começar por nossos próprios irmãos que estão sempre ao nosso lado, deixando a cada um deles o exemplo de Cristo.
Evangelismo e missões nasceu e está primeiramente no coração de Deus. É impossível entender e viver o evangelismo e a missão sem antes conhecer verdadeiramente à Deus e compreender seu projeto para a humanidade.
Quando Deus, o criador dos céus e da terra, formou o homem a sua imagem e semelhança, deu à ele algumas virtudes, entre elas, o livre arbítrio para tomar suas próprias decisões. O homem então, decide pecar e desobedecer ao Senhor que o havia criado, fazendo com que a comunhão que existia entre Deus e o homem fosse rompida, afinal, luz e trevas não se misturam.
Ao mesmo tempo que é gerado uma tristeza no coração de Deus devido a rebeldia do homem, existe um amor tão grande pela sua criação, a ponto D'Ele fazer uma promessa acerca da maior missão que a humanidade conheceria da parte de Deus. Ele entregou seu próprio filho, que é Santo, justo e perfeito para morrer crucificado, a fim de que, todos os que cressem n'Ele alcançassem misericórdia e fossem restituídos na presença do Senhor.

O preço que Deus pagou para cumprir sua missão, entregando seu próprio filho, simplesmente porque Ele nos amou de tal maneira, é um valor incalculável para o homem entender ou pagar.
Quando falamos de evangelizar e fazer a missão, que começou no coração de Deus, e tem se estendido ao longo da história, devemos ter, ou ao menos buscar a ter, a mesma intensidade de amor para com o próximo, como Deus teve por todos aqueles que hoje desfrutam de uma nova vida em Cristo Jesus.
Se hoje você está em Cristo, não é mérito seu, é a graça de Deus que te alcançou através de alguém que entendeu a missão inicial de Deus, e contagiado por esse amor, levou essa mensagem até seu coração e você fez a escolha certa.
As nações, o mundo, hoje vive dias difíceis, devido a multiplicação do pecado e a falta de temor ao Senhor. Todos choram, clamam, gemem de dores, se fecham em seus próprios anseios, e buscam de qualquer forma encontrar alívio para suas almas e remédio para suas dores. A graça de Deus não cessou, sua compaixão continua a mesma e seu amor acessível à todos, porém, é a igreja de Cristo na terra que parece ter se esquecido do benefício de Deus para com ela, a forma como ela estava até Cristo resgatá-la com seu imenso amor, e como é que a igreja vive hoje, debaixo das misericórdias do Senhor e sua bondade para com todos, e se assim não fosse, já estaríamos consumidos pelos nossos próprios pecados.

Sendo assim, queridos e amados irmãos, retornemos ao princípio da verdadeira missão de Deus para a humanidade, de amar e se preciso for, entregar-se a si mesmo para ver Cristo plantado em cada coração, à começar dentro de nossas próprias comunidades evangélicas-cristãs, que hoje, muitas vezes, se rivalizam umas com as outras, esquecendo que, enquanto isso, milhares de vidas estão sendo destruídas por diversas influências malignas que agora atua no mundo.
Sejamos a influência de Deus para uma nação tão machucada pela carência de amor, desigualdade social, opressões diversas.

segunda-feira, 31 de março de 2008

Minha luta




Quando eu não posso conter
As lágrimas que caem no chão
Quando a dor e o medo tomam conta do meu coração
Eu chamo por Você
Eu grito por
Eu vou lutar até o dia amanhecer
Esperando Tua mão vir me socorrer
Quando me faltam palavras pra Te falar
Quando a fé e a esperança começam a me deixar
Eu chamo por Você
Eu grito por Você
Eu vou lutar até o dia amanhecer
Esperando Tua mão vir me
É o teu amor que me sustenta e me dá forças
Forças pra lutar, até o dia amanhecer
Eu vou lutar até o dia amanhecer
Esperando Tua mão ...
...Vir me socorrer

quinta-feira, 27 de março de 2008

Sem palavras...




MEU NOME É VANESSA
SOU PAULISTANA
NASCI NO DIA 13/06
E HOJE MORO EM FORTALEZA, CE.
FUI AGRACIADA COM ALGUNS PRESENTES DE DEUS.
O PRIMEIRO É MEU AMADO ESPOSO HEIKO.
O OUTRO FOI O SEBASTIAN, NOSSO FILHO.
O SEBASTIAN FOI UM PRESENTE
NÃO SÓ POR TER TRAZIDO ALEGRIA E MATURIDADE A NÓS.
MAS, POR TER NOS ENSINADO E OFERECIDO
MUITO MAIS DO QUE PODERÍAMOS LHE OFERECER.
ELE NOS ENSINOU SOBRE UM AMOR SEM LIMITES.
SOBRE HUMILDADE. SOBRE FÉ.
FIZ JORNALISMO, ESTUDEI ESTÉTICA E HOJE FAÇO FISIOTERAPIA.
ASSIM SOU EU. AMO APRENDER. AMO MEU DEUS.
AMO MINHA FAMÍLIA.
O SEBASTIAN PERMANECEU CONOSCO 5 ANINHOS.
SENDO- ME ENTREGUE POR DEUS NO DIA 04/07/2001
E ME PEDIDO DE VOLTA NO DIA 19/09/06.
SE O CÂNCER O LEVOU PARA O CÉU....
BEM, EU PREFIRO PENSAR QUE NÃO.
ELE ERA GRANDE DEMAIS PARA UM CÂNCER.
ACHO QUE ELE ATINGIU A ESTATURA PERFEITA DE DEUS
E SUA CRUZ LHE PERMITIU ATRAVESSAR PARA O OUTRO LADO....
PODERIA TER MILHÕES DE MOTIVOS PARA TODOS OS DIAS ACORDAR
E ACHAR QUE A VIDA É UMA GRANDE BRINCADEIRA DE MAL GOSTO DE DEUS.....
MAS, AO CONTRÁRIO TODOS OS DIAS EU AGRADEÇO
POR FAZER PARTE DE TUDO ISSO.
POIS O QUE ME ESPERA..... EU JAMAIS CONSEGUIRIA DESCREVER.....



Nossa sem palavras...
Não consigo expressar o que estou sentido na verdade se fosse expressar acho que seria vergonha.
Vergonha por muitas vezes ter reclamado com Deus isso ou aquilo que me aconteceu de errado
Vergonha de um dia ter duvidado de Deus
Vergonha como ser humano incapaz de olhar as dificuldades a minha volta e achar que o meu problema é o pior de todos e que precisa de solução pra ontem...
Isso nem expressa completamente o que eu estou sentindo.
São pessoas simples como ela, exemplos incríveis como o dela,
E frases marcantes como a dela, que nos faz enxergar além do nosso "mundinho".
Quem somos nós para questionar uma ação do Deus vivo, para simplesmente duvidar de sua existencia!!!
Cabe a nós lermos esse perfil, e acalmar a dor no peito e ver que o mundo vai muito além daquilo que podemos ver, pensar ou imaginar!!

quarta-feira, 26 de março de 2008

Os dois corações




"Dar-lhe-ei um só coração, espírito novo porei dentro deles; tirarei da sua carne de pedra e lhes darei coração de carne..." Ezequiel 11.19


São dois corações do nascido do espírito: o de natureza humana e o espiritual.

O coração humano é aquele velho conhecido que tem guiado a pessoa de acordo com seus sentidos: a visão, o olfato, a audição, o paladar e o tato... Também chamando coração de pedra, ele facilmente corrompe e tanto engana seu dono como as demais pessoas que o cercam. Os olhos e ouvidos são os principais acessores do coração humano. As decisões deste sempre são influenciadas segundo seus conselhos.

Já o coração espiritual é novo, tem nova visão e nova audição; seus sentimentos são os de Deus. Ele é a fonte da verdadeira fé, do verdadeiro amor e da verdadeira esperança. O novo coração bate segundo o coração de Deus, porque é o coraçao da fé!

Coração de carne substituindo o de pedra; é nele que o Espírito Santos habita, e por meio dele ensina, orienta, encoraja, deposita a fé sobre natural enfim sustenta a alma. Ee é a mente de Cristo em nós!

"Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne". Ezequiel 36.26

O coração de pedra se caracteriza pela dureza ou frieza em relação à mensagem escrita de Deus. A pedra, como um mineral sólido, não se transforma naturalmente, salvo por um impacto. Deus tem permitido que os impactos da vida venham mudar nossa maneira de pensar e agir em relação a Ele.

A linguagem usada pelo Senhor diz respeito ao caráter insensível diante da mensagem divina.

A fé sobrenatural nos conduz a emoções (divinas), mas as emoções nunca nos levam a fé.